Crush

Você que de tão longe me olha,
ai do outro canto.
Vem pra cá,
traz junto uma cerveja.
Pode vir…
Eu também te vi de noite,
disfarçando, entre os outros,
lá do outro lado.
Vêm, que eu vou ao teu encontro..
Vamos?.
Ainda não sei o seu nome.
Nossa distância é tão pequena,
por que está demorando?.
Vêm, me olha olho a olho.

.
Aproveita que estou tonto,
embriagado, cheirando a uísque.
Vêm, e me dê um beijo.
Se quiser depois pode ir,
levando embora o meu desejo..
Ou fica,
demora,
segure minha mão.
Pode ser só por essa hora,
ou pela noite inteira.
Vêm, deixa pra lá a timidez, que bobeira.

Anúncios

Um pensamento sobre “Crush

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s